Close
Museu do Objeto Brasileiro, Ronaldo Fraga e o 11º Colóquio de Moda

Museu do Objeto Brasileiro, Ronaldo Fraga e o 11º Colóquio de Moda

O tema do segundo dia do Colóquio de Moda foi “O papel dos museus em sua relação com o design e a moda”. Quem falou sobre o assunto foi Renata Mellão, que dirige o Museu do Objeto Brasileiro. A grande jogada do museu é, além do seu endereço em São Paulo, ter disponível online todas as exposições que passam por lá. Como a própria Renata conta, o museu envolve tudo de identidade, música, moda, gastronomia, ou seja, cultura de forma geral.

Durante a palestra, Renata falou sobre alguns dos projetos que já passaram pela casa, como o “Mão na Moda” feito em parceria com Walter Rodrigues, no qual algumas peças expostas foram parar nas passarelas do SPFW. Outro trabalho da Casa foi o lançamento do livro “Que Chita Bacana”, que envolveu todo o processo histórico do tecido. Renata explicou que o retorno, muito questionado mais tarde pelo público que assistia, é o destaque que se deu ao tecido, algo que não acontecia há anos, afinal, a exposição rende mais visibilidade, a mídia se volta mais para falar sobre o tecido, gerando assim uma procura maior por ele.

Foto: Elizabet Letielas
Foto: Elizabet Letielas

Um dos projetos mais conhecidos da casa é o “Renda-se” feito em parceria com Dudu Bertholine e marcas como Amapô, Adriana Barra, Alexandre Herchcovitch, Cavalera e Ronaldo Fraga. Para trabalhar o destaque à renda, Dudu, Renata e toda equipe passaram meses vendo como esse processo acontecia diretamente das mãos das rendeiras, para então começar toda divulgação destas.  Este foi mais um projeto do museu que acabou parando nas passarelas do SPFW.

Renata concluiu, no final, que o papel dos museus em relação com o design e a moda é, em seu caso, além de trabalhar a identidade brasileira, aliar o tradicional com o contemporâneo.

Para finalizar a noite, depois da Orquestra de Câmera Guanabary houve um lançamento de livros de moda. Quem mais causou alvoroço foi Ronaldo Fraga, com a segunda edição de seu livro Caderno de Roupas, Memórias e Croquis. Pelo menos outros vinte livros foram lançados no Colóquio, mas nem todos os autores estavam no local para autografá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close