Close
Nanni Strada, concurso GG e último dia do Colóquio de Moda

Nanni Strada, concurso GG e último dia do Colóquio de Moda

A designer italiana Nanni Strada foi quem encerrou o 11° Colóquio de Moda. Nanni apresentou seu projeto “Moda Benessere” que visa a moda que proporciona o bem-estar através de seus produtos.

Defensora de um mundo fashion mais confortável, feliz e menos severo, o primeiro julgamento da designer foi em relação às modelos de passarela, que segundo ela não passam um bom padrão de saúde para os jovens. “Elas [as modelos] estão sempre com cara de bravas e são extremamente altas e magras, uma realidade distante de todos.” Para Nanni, os estilistas criaram esse estereótipo de mulher porque eles desejavam um ser humano para ser cabide de seus trabalhos. Ao fim da crítica ela desabafa: “Graças a Deus a realidade é diferente das passarelas.”

Em seus projetos ela usa fibras e tecidos naturais que trazem o bem-estar para quem veste, mas sem tirar a beleza da roupa. Como ela enfatizou várias vezes durante sua palestra, seu trabalho tem como foco dar uma liberdade ao corpo e é por isso que ela trabalha tanto com a forma geométrica, que se encaixa em todos os corpos.

Uma jaqueta que Nanni apresentou no Colóquio mostrava um tecido com textura de malha que se adapta ao ambiente, ou seja, no verão ele se torna frio, no frio ele se torna quente. Mas ainda sim, com esse tecido quase mágico, seu favorito ainda é o linho. O tecido tem, inclusive, potencial de curar doenças da pele. Um dos vestidos feito com o material, por exemplo, tira a sensação de umidade do corpo, logo previne doenças de pele que são causadas devido à umidade. Mas não é só no conforto que Nanni pensa, os vestidos da coleção Pli-Plâ, além de confortáveis, se dobram como um leque e podem ser guardados até em uma caixinha, assim ela une praticidade, beleza e conforto.

Foto: Elizabet Letielas
Foto: Elizabet Letielas/ Vestido vencedor do concurso GG

Já em relação aos sapatos, ela confessou que é um desafio unir conforto e estética e chegou a dar exemplo com um Nike, que ela usava durante a palestra. “Estes sapatos, eu acho realmente feios, mas para um evento como esse, em que fico andando muito e de pé eles são extremamente confortáveis”, brincou a designer.

Para finalizar, Nanni frisou que o futuro é a saúde e o bem-estar. Toda moda que ela trabalha, de fibras inteligentes e produtos que cuidam da pele através da roupa, foram produtos criados durante pesquisas para o ser humano ir para o espaço e, com isso, Nanni incentivou os alunos: “todos aqui têm que ser visionários. Vocês têm que levar suas roupas ao espaço.”

Por fim, o Colóquio anunciou o vencedor dos cinco vestidos que ficaram expostos. O concurso GG, parceria entre a Abepem e a editora Gustavo Gili, tinha como tema Modelagem Criativa de Roupas Femininas, o vencedor foi o aluno do Senac de São Paulo, Felipe Mendes Coelho. Segundo o júri, seu trabalho tinha técnicas combinadas que geram uma harmonia no produto final e que isso pode ser aplicado a qualquer outro produto. Já em questão de estética, por votação popular, a vencedora foi Karin Cândido de Olivera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close