Close
Thank u, next: o diário cantado de Ariana Grande

Thank u, next: o diário cantado de Ariana Grande

Pouco tempo depois do lançamento de seu álbum – até então – mais recente, o Sweetener, que saiu em agosto de 2018, Ariana Grande surpreendeu a todos lançando mais um disco, intitulado “Thank u, next”. O nome foi dado graças a seu hit (que estourou mais do que todo o álbum anterior) e o single fala abertamente sobre os ex-namorados da cantora e o que aprendeu com cada um dos seus relacionamentos.

Com o novo álbum, Ariana Grande mostra que veio para ficar como uma estrela pop em ascensão. Ela entrega batidas pop, ótimas para dançar, até faixas mais reflexivas. O novo projeto de Ariana mostra também uma cantora mais confiante e independente, que não precisa de parcerias musicais para lançar um hit, ao contrário dos álbuns anteriores, como o próprio Sweetener, que tem parcerias com Pharrel Williams e a rapper Nicki Minaj.

[Faixa a faixa]

Imagine
Em todo o álbum de Ariana há uma introdução: calma, melodiosa e que mostra a potência vocal da cantora. Em Sweetener temos a faixa “raindrops (an angel cried)”, cantada a capella.

No novo álbum, Ariana foge do seu padrão, apesar de ser calma e mostrar sua voz, a música é acompanhada com uma batida que brinca com o rap, mas do jeito Ariana de ser: sempre calma e melodiosa.

Needy
A faixa mostra exatamente como Ariana Grande é: carente, difícil de agradar, intensa e que se deixa levar pelo emocional. Seus altos e baixos são totalmente expostos, é uma carta de desculpas para alguém. Ela pede perdão até por “pedir desculpas demais”.

NASA
Aqui está um hino para as (os) solteiras (os). Mesmo apaixonada, Ariana sabe que precisa do seu próprio espaço. Por mais intenso que o amor seja, ela não vive para os homens, ela vive para ela. A faixa segue a mesma linha de “Thank u, next”: é ok estar em um relacionamento, mas estar sozinha (e lidar bem com isso) é extremamente empoderador e exige esforço, poder e autoconfiança.

O refrão é marcante: “Te dou o mundo todo, vou precisar de espaço / Você sabe que eu sou uma estrela; espaço, vou precisar de espaço / Vou precisar de espaço, vou, vou precisar de espaço (N-A-S-A)”

Bloodline
É difícil encontrar palavras para descrever essa faixa. Ela é dançante e envolvente. Pode vir a ser um single de divulgação, mas se não for, já está entre as minhas favoritas. Ariana fala sobre a boa e velha pegação sem nenhum compromisso. Ela só quer se divertir com alguém e não necessariamente “criar uma linhagem” com o cara.

Fake Smile
Esqueça a Ariana fofa. Nessa faixa Ariana fala palavrão, canta que não vai dar sorrisos falsos para as situações que não a agradam. A artista ainda tenta um pouco de rap no final da música.

Assim como Taylor Swift fez em seu mais recente álbum, o “Reputation”, que já falamos dele aqui no VP Ariana também fala sobre os rumores que lê, ou assiste na televisão sobre boatos sobre sua vida “Eu leio as coisas que eles escrevem sobre mim / Ouço o que eles dizem na TV, é uma loucura / Está ficando difícil para eles me chocarem / Mas de vez em quando, é chocante, não me culpe”.

Por isso mesmo, Ariana não deve aparecer em frente às câmeras com sorrisos falsos.

Bad idea
São pouco mais de 4 minutos de música em que Ariana canta apenas o refrão. A música vem nos altos e baixos. Quando se pensa que acabou ela volta para o refrão. Apesar de ter uma batida muito forte a música é muito diferente da proposta do álbum como um todo.

Make up
Uma expressão, duplo sentido. Ariana, logo na primeira estrofe admite “Eu gosto de fod*r com você só pra fazer as pazes com você”, ela utiliza o duplo sentido da expressão make up (fazer as pazes e maquiagem). A batida é forte e chega a ser quase irritante. No refrão é tão diferente que até parece que duas músicas diferentes estão tocando ao mesmo tempo.

Ghostin
Essa música é para seu ex-namorado Mac Miller que faleceu em setembro de 2018 e seu ex-noivo Pete Davidson. Ariana respondeu a uma fã sobre a música, dizendo que para ela é sobre estar em um relacionamento e pensar no seu ex. Em uma das estrofes Ariana canta “Embora eu deseje que fosse ele quem estivesse aqui / Não quero que isso fique na sua cabeça / Ele só vem me visitar / Quando estou sonhando de vez em quando”.

Apesar de ter um ritmo diferente das faixas anteriores, Ariana preza pela qualidade vocal. Ela está vulnerável.

In my head
Se a Ariana empoderou as mulheres solteiras na faixa “NASA”, aqui ela se empodera contra o famoso “boy-lixo”. A faixa começa de uma maneira bem diferente: com um áudio do seu amigo Doug Middlebrook, que esfrega na cara de Ariana que ela está “apaixonada por uma versão de uma pessoa que ela criou na cabeça”. As referências na música são excelentes: ela se apaixonou por uma pessoa que todos vêem como um demônio, mas ela vê um anjo (caído, sem asas e nem auréolas).

7 rings
Ariana encarna a rapper que ostenta as suas jóias compradas com o próprio dinheiro. Quem não queria tomar um café da manhã na Tiffany’s [famosa joalheria dos Estados Unidos], como no filme Bonequinha de Luxo? A letra faz referência a uma tarde de compras em que Ariana decidiu dar (apenas) 7 anéis de noivados para cada uma de sua amigas, depois de terminar com Pete Davidson. E como a cantora fala: “A felicidade tem o mesmo preço de um Louboutin”

Thank u, next
A primeira faixa lançada oficialmente bateu recordes de visualizações: no primeiro dia de lançamento chegou a 50 milhões de views no Youtube (esse recorde já foi de Taylor Swift com 43 milhões com o clipe Look What You Made Me Do, no dia do lançamento). O clipe faz referência a diversos filmes da cultura pop dos anos 2000: Meninas Malvadas, De Repente 30, Legalmente Loira e “Apimentadas”.

O nome da faixa que batiza o disco é um agradecimento aos ex-namorados da cantora, cada relacionamento ela aprendeu alguma coisa: amor, paciência e a dor. Mas com todos os relacionamentos, ela sabe o que o único relacionamento duradouro que vai ter é com ela mesma.

Break up with your girlfriend, i’m bored
A faixa que encerra o disco é leve. Aqui Ariana se permite ser superficial: ela quer que alguém termine com a sua namorada, só porque ela está entediada. Para assim, ela ficar com ele. Mas será que Ariana estava sendo bem humorada (ou estava mandando indireta para alguém)? A música ainda rendeu boas teorias, por conta do clipe: a namorada em questão seria a própria Ariana e ela gostaria que ele terminasse com ela, pois está entediada. Temos o clipe para tirar suas conclusões:

Ariana Grande não teve medo de se expor. Ela se empodera, ostenta, fala sobre suas dores e sobre o amor. Em todas as músicas ela soa como uma mulher livre e dona de si.

Ouça o álbum na íntegra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close